Sobe para oito o número de mortos em explosão em prédio na Argentina

 Agência Brasil

Brasília – Subiu para oito o número de mortos na explosão em um edifício em Rosário, na Argentina. O número de feridos chega a 62. A causa aparente da explosão foi o vazamento de gás de um dos apartamentos.

As autoridades investigam se houve telefonemas de moradores se queixando do vazamento e se as reclamações foram atendidas. Serão levantados os nomes das pessoas que trabalhavam no local e daquelas que fizeram algum reparo no sistema de distribuição de gás.

Um estalo violento foi seguido de um incêndio por volta das 9h da manhã. O edifício era composto de duas torres divididas por um pátio interno. Foram atingidos 56 apartamentos. Uma das torres, com dez andares, desabou completamente.

Durante o dia, o Corpo de Bombeiros fez buscas com a ajuda de cães farejadores e, em conjunto com a Polícia Federal argentina, disponibilizou uma unidade especial de resgate.

O porta-voz da Litoral Gás, José María González, disse que provavelmente o gás tenha se concentrado em um ambiente fechado e que por isso não foi percebido por nenhum morador.

O ministro da Defesa, Augustin Rossi, e o secretário argentino de Segurança, Sergio Berni, estão na cidade para acompanhar a situação.

Notícias Relacionadas