Filho de João Henrique é nomeado por Wagner e Geddel dispara contra o PT

A nomeação de Luis Henrique Orge Barradas Carneiro, filho do ex-prefeito João Henrique, como novo assistente administrativo da Casa Civil estadual, comandada pelo secretário Rui Costa, pré-candidato petista ao governo em 2014, vem dando o que falar. Em entrevista à Rádio Metrópole, o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal, Geddel Vieira Lima, mostrou-se indignado com o fato.

“Não tenho nem palavras pra definir isso, todo o mundo se une com todo o mundo, sem uma ideologia, sem uma lógica, o PT vai se mostrando, cada vez mais como um partido do poder pelo poder, mistura-se com todo o mundo, nega sua história. Isso desmoraliza a classe política”, criticou.

Apesar da oposição atribuir a indicação ao PT, está cada vez mais claro que o pedido partiu da mãe de Luis Henrique, a deputada estadual do PSD, Maria Luiza Orge. Parlamentar que mais gasta com as verbas da Assembleia Legislativa da Bahia.

Notícias Relacionadas

2 Comentários

  1. Fedegoso

    Qdo certo candidato da esquerda fez acordo com um político ficha suja, da direita, mas cheio de votos criticaram o progressista. Entretanto, os da direita, ficha limpa, desceram a ripa. Ficaram sem os votos do ficha suja e perderam a eleição. A briga era pelo voto, não havia princípio de moralidade nem de um lado nem do outro. Talvez por isso os movimentos das ruas, mas os políticos fazem ouvidos moucos. Para os partidos o que importa é o poder. Por isso os movimentos das ruas. Será que os movimentos vão diminuir? Ou os políticos vão mudar? Aposto que os movimentos vão se acabando… acabando até sumir. Ou não? E os políticos? Vão mudar? Aqui a dúvida acaba. Eles não mudam nem a pau.

  2. Ejasantos

    Um sr que filiado ao PMDB (Partido de Meretrizes do Brasil), pois sempre este nas barbas ao poder durante a ditadura e pós ditadura. Esteve com o PSDB, Arena, PRN e PT, e este sr fala em ideologia partidária. Bastava-lhe garantir um “lugarzinho” no poder.

    P.S. Nada contra o meretricio.

Comentários estão suspensos