Amante do marido de Scheilla Carvalho volta a polemizar e fala sobre goleiro Bruno

A polêmica em torno do nome de Kamyla Simioni, suposta amante do marido da dançarina Scheila Carvalho, não para de crescer. Desta vez, a empresária de 27 anos contou que frequentava festas no sítio do goleiro Bruno Fernandes, condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato de Eliza Samudio. Segundo Kamyla, ela teria ido a uma festa no sítio do atleta, em Esmeraldas, na região metropolitana de BH, no final de semana anterior à morte de Eliza.

A vítima foi vista pela última vez em um churrasco no local. Kamyla Simioni ainda contou que não chegou a conhecer Eliza, mas que acreditava que ela “enchia muito o saco do Bruno”. Na opinião da empresária, nada justifica o assassinato, mas Eliza tinha interesses. – Ela sim queria dinheiro, parecia oportunista. (R7)

Notícias Relacionadas