Advogado de opositor de Morales entra com recurso contra decisão judicial

Fernando Tibúrcio, advogado do senador boliviano Roger Pinto Molina, entrou nesta segunda-feira (5) com recurso contra a decisão judicial que condena o parlamentar a um ano de prisão. “Na Bolívia o que vale é a versão, não os fatos”, disse revoltado o advogado em declaração exclusiva ao Diário do Poder.

Molina está asilado na Embaixada do Brasil em La Paz (Bolívia) há mais de um ano, sem conseguir salvo-conduto por parte das autoridades para que possa deixar o país. Ele alega ser perseguido pelo governo do presidente boliviano, Evo Morales. O cocaleiro nega a perseguição e acusa Molina de responder a uma série de ações judiciais.

“A propósito do comentário de Evo Morales sobre os ‘vários’ processos de corrupção de Roger Pinto Molina percebe-se que o senador “desviou” recursos para a criação de uma universidade, algo bem diferente do que se tivesse desviado (sem as aspas) recursos destinados à criação de uma universidade…”, declarou, em nota, Tibúrcio.

Notícias Relacionadas