Se tivesse sido feita, Ferrovia Oeste-Leste seria inaugurada dia 30 de julho.

A cerimônia de ”inauguração” da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), estrada de ferro anunciada pelo ex-presidente Lula em 2010, foi lembrada com tom de decepção em alguns municípios esta semana, pelo fato de constar como data de previsão para inauguração o dia 30 de julho de 2013.

Existem informações de que não há nem um metro de trilho instalado e que nos primeiros 500 quilômetros, que ligam Barreiras a Caetité, a ferrovia praticamente não existe. Com isso concluíram setores da imprensa e lideranças no interior de que o resultado das obras representa um fracasso do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), iniciativa do governo federal tão divulgada no Estado. (Raio Laser)

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Ary Txay

    A FIOL segue o mesmo padrão das obras da ferrovia Norte-Sul, “Metro de Salvador”, transposição das águas do São Francisco. Ineficiência abusiva, cargos diretivos ocupados por “capas pretas” que pouco conhecem do que tem a ser feito, posturas molengas – alguns dirão mantegada … – muita conversa e pouca eficácia. Esse é o “custo brasil” , pago por todos os brasileiros.

Comentários estão suspensos