São Paulo vence o Benfica e acaba jejum de 14 jogos

saopaulo.benficaO São Paulo conquistou o troféu da Eusébio Cup, neste sábado (3), ao bater o Benfica por 2 a 0, no Estádio da Luz. Com gols de Aloísio e Rafael Toloi, ambos no segundo tempo, a equipe são-paulina pôs fim a um incômodo jejum de 14 jogos sem vitórias e demonstrou mais uma vez que o sistema defensivo segue evoluindo.

Diante de um adversário que já foi dirigido por Paulo Autuori, o time brasileiro mostrou nítida evolução no segundo tempo e conseguiu derrotar o anfitrião, que realizou o torneio para homenagear o ex-jogador da Seleção Portuguesa, Eusébio.

Agora, após o belo triunfo no torneio internacional, que já reuniu grandes clubes como Real Madrid-ESP, Milan-ITA, Inter de Milão-ITA e Arsenal, a delegação do São Paulo seguirá mais confiante para o Japão. No dia 7, diante do Kashima Antlers, o Tricolor decidirá o título da Suruga.

Antes de a bola rolar na capital portuguesa, a organização do evento fez uma bonita festa para o ex-craque benfiquista. Eusébio foi homenageado e deu o pontapé inicial para o duelo entre sul-americanos e europeus. O goleiro Rogério Ceni, representando o clube tricolor, também recebeu uma premiação das mãos do Pantera Negra, como era conhecido o ex-atacante do Benfica.

Sem poder contar com Paulo Miranda, lesionado, o técnico Paulo Autuori montou o time com Rogério Ceni; Douglas, Edson Silva, Rafael Toloi e Reinaldo; Wellington, Rodrigo Caio, Fabrício e Jadson; Osvaldo e Aloísio. Já os Encarnados, de Jorge Jesus, atuaram com Paulo Lopes; Maxi Pereira, Luisão, Garay e Cortez; Matic, Enzo Pérez, Markovic, Djuricic e Gaitán; Lima.

Bem postado defensivamente, assim como tem demonstrado nos últimos jogos, o São Paulo deu pouco espaço na marcação e, mesmo com menos posse de bola nos primeiros 45 minutos, soube parar o ataque rival. Logo aos 2 minutos, Lima carimbou o travessão de Rogério e, pouco depois, teve outra boa chance. No entanto, apesar da pressão inicial, os anfitriões apenas trocavam passes próximos ao setor ofensivo, mas não levavam muito perigo.

E quando conseguiram finalizar com precisão, parou nas boas defesas do M1TO. Aos 41 e 42 minutos, o camisa 01 fez duas grandes defesas e recebeu aplausos dos torcedores que compareceram ao Estádio da Luz. Mesmo acuado, o Tricolor também conseguiu chegar ao gol de Paulo Lopes. Aloísio aproveitou cruzamento da direita e só não balançou as redes, porque o arqueiro adversário espalmou e evitou o tento brasileiro. Assim, as equipes foram para o intervalo no zero a zero.

E se na primeira etapa o São Paulo ficou preso no sistema defensivo, no segundo o panorama do jogo mudou completamente. Autuori promoveu a entrada de Maicon e o time ficou mais tempo com a bola nos pés. Logo aos 6 minutos, Jadson fez belo lançamento para o atacante Aloísio, que tocou com categoria e abriu o placar em Portugal.

Em vantagem no marcador e mais envolvente, a equipe são-paulina continuou pressionando e criando as melhores jogadas. Aos 11, novamente Aloísio arriscou e obrigou o goleiro português a espalmar para escanteio. Dessa forma, pressionando, as redes logo balançaram novamente.

Rafael Toloi, aos 17 minutos, aproveitou bola pelo alto na grande área e tocou na saída de Paulo Lopes. Sem marcação na grande área, o zagueiro anotou o segundo jogo e confirmou a nítida evolução da equipe na etapa complementar. Rodrigo Caio, também nas jogadas por cima, levou perigo e por pouco não anotou o terceiro. A bola bateu na trave e assustou o time lisboeta.

Controlando as ações do jogo, os comandados do técnico Paulo Autuori trataram de segurar o resultado e asseguraram o triunfo por 2 a 0. Após o confronto contra o Benfica, o São Paulo seguirá para Ásia, onde enfrentará o Kashima Antlers, pelo título da Suruga. Vale lembrar que o Tricolor é o atual campeão da Copa Sul-Americana, que rendeu uma vaga na competição.

Notícias Relacionadas