Após espionagem, EUA elogiam relação com o Brasil

CLÁUDIO HUMBERTO

Parece até desaforo, mas o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Thomas Shannon, afirmou ontem à agência italiana ANSA que as relações dos EUA com o Brasil são excelentes e que “estão crescendo em um ritmo impressionante”. A declaração foi dada semanas após esta Coluna revelar a existência de uma base de espionagem da NSA e da CIA – organismos de inteligência americanos – em Brasília.

Apelou ao Mercosul – A descoberta de que a inteligência americana havia se instalado no país gerou desconforto diplomático e críticas da presidente Dilma.

Invasão bárbara – Em julho, Dilma pediu a Shannon explicação sobre a bisbilhotagem americana, divulgada pelo ex-técnico da CIA Edward Snowden.

Mal estar – A existência da central, localizada em edifício discreto no Lago Sul, veio à tona às vésperas da visita de Dilma aos EUA, em outubro. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas