Vitória faz jogo burocrático, sem marcação e perde por 2 a 0 para o Botafogo.

Jogando sem qualquer marcação, Seedorf voltou a ser o nome do Botafogo e carregou o time rumo à liderança do Campeonato Brasileiro.
Jogando sem qualquer marcação, Seedorf voltou a ser o nome do Botafogo e carregou o time rumo à liderança do Campeonato Brasileiro.
Jogar somente com disposição de atacar, não resolve. O Vitória quer fazer bonito e diferente do que acontece com a maioria dos times do futebol brasileiro. Não marca no meio campo e favorece o adversário a abrir espaços e vencer.

Foi o que aconteceu na noite desta quinta-feira com o time de Caio Júnior no Maracanã. Com um meio campo que só faz cercar, com Cárceres e Michel, fica fácil para o time adversário sair tocando a bola até na cara do gol. E foi assim que o Botafogo venceu o rubro-negro baiano por 2 a 0 e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro 2013.

Vitinho e Elias marcaram para o time de Oswaldo de Oliveira, que chegou aos 20 pontos, os mesmos do Coritiba, mas superando os paranaenses no número de vitórias. Já o Vitória caiu para a 7ª colocação, com 15 pontos e poderia ser ultrapassado pelo Vasco, que acabou cedendo empate ao Goiás.

Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Vasco no clássico carioca no Maracanã, domingo, às 18h30m. O Vitória, que nesta quinta teve a torcida do ator Wagner Moura na arquibancada, recebe a Portuguesa, no Barradão, no mesmo horário.

Data: 1 de agosto de 2013 (Quinta-feira)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra (SP)
Assistentes: Fabiano Ramires (ES) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)
Cartões Amarelos: Rafael Marques, Júlio César, Elias, Dória (Botafogo); Danilo Tarracha(Vitória)
Gols: BOTAFOGO: Vitinho, aos 31 minutos do primeiro tempo e Elias aos 34 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Jefferson, Gilberto, Dória, Bolívar e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Seedorf(Gegê), Lodeiro(Dedé) e Vitinho(Elias); Rafael Marques
Técnico: Oswaldo de Oliveira

VITÓRIA: Wilson, Daniel Borges, Gabriel Paulista, Fabrício e Danilo Tarracha(Camacho); Michel, Cáceres, Renato Cajá(Vander) e Escudero; Maxi Biancucchi(Leilson) e Dinei
Técnico: Caio Júnior

Notícias Relacionadas