Emílio Odebrecht nunca defendeu a volta de Lula à Presidência em 2014, diz jornal.

Emilio Odebrecht: "Nunca disse a ninguém tal desejo ou questionamento".
Emilio Odebrecht: “Nunca disse a ninguém tal desejo ou questionamento”.
Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, o empresário Emílio Odebrecht disse nunca ter afirmado que gostaria de ver a volta de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência em 2014 tendo o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), como seu vice.

A afirmação foi atribuída ao empresário pelo jornal “O Estado de S. Paulo” em coluna publicada em 18 de julho. Depois, em entrevista da Folha com Dilma Rousseff publicada no último domingo (28), a presidente reagiu a uma pergunta sobre o assunto. “Vivemos numa democracia. Se ele disse isso, é porque ele quer isso”, respondeu a petista.

Em e-mail enviado à Folha, Odebrecht afirmou que “nunca disse a ninguém tal desejo ou questionamento”.

“Na primeira e única vez em que semelhante declaração’ foi divulgada, não me apressei em desmentir, pois não costumo ficar perdendo tempo com especulações”, escreveu.

“No entanto, após colocação, em pergunta à presidenta, como se fato verdadeiro fosse, estou pela presente [mensagem] transmitindo meu repúdio e desmentido”. (Folha de São Paulo)

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. valeria pestana

    Essa empresa juntamente com a OAS vem papando tudo nesse desgoverno petista….me tire o chapéu!

Comentários estão suspensos