‘Asilo para Edward Snowden não terá consequências’, diz Rússia

AGÊNCIA ANSA

Moscou – O governo russo informou hoje, dia 1, que o caso do ex-analista dos serviços de inteligência norte-americanos Edward Snowden, “não tem características significativas” e, portanto, não terá um impacto nas relações políticas com os Estados Unidos.

O assessor do Kremlin, Iuri Ushakov, afirmou que Moscou não recebeu nenhum aviso sobre o possível cancelamento da visita do presidente norte-americano Barack Obama na capital russa, programado para acontecer antes da cúpula do G20, que ocorrerá no dia 5 e 6 de setembro em São Petersburgo.

“Sabemos qual clima está se formando nos Estados Unidos por causa do caso Snowden, mas não recebemos nenhum sinal dos líderes norte-americanos até agora”, afirmou Ushakov.

Entretanto, a imprensa norte-americana ressaltou que a decisão do governo russo de conceder o asilo temporário a Snowden é um “tapa na cara de Obama” e poderia deteriorar seriamente as relações entre Washington e Moscou.

A Casa Branca definiu a decisão russa como “muito decepcionante”, observando que Snowden chegou em Moscou “sem passaporte válido”. Os Estados Unidos sempre insistiram que Moscou deveria extraditar o ex-analista para que ele “enfrente as acusações pendentes” em território norte-americano. (Ansa Brasil)

Leia também:

Notícias Relacionadas