Trabalhadores da Eletrobras aceitam proposta de acordo e suspendem greve

Sabrina Craide
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Os trabalhadores da Eletrobras, em greve desde o dia 15 de julho, aceitaram a proposta de acordo apresentada na última segunda-feira (29) pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) e suspenderam a paralisação hoje (31). Segundo o secretário de Energia da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), Fernando Pereira, alguns funcionários retomaram o trabalho ainda ontem (30), após assembleia da categoria.

Amanhã (1º) será realizada uma nova audiência de conciliação no TST entre a categoria. De acordo com Pereira, os trabalhadores vão se manifestar favoráveis à proposta do TST, mas a empresa também terá que aceitar os termos do acordo.

A proposta apresentada pelo TST prevê aumento real de 1% retroativo a maio deste ano, um novo reajuste do mesmo percentual em janeiro de 2014 e de 0,5% em setembro, além da correção da inflação.

Pereira conta que a proposta do TST foi defendida pela diretoria do sindicato nas assembleias, apesar da resistência de alguns trabalhadores. “A maioria dos trabalhadores não queria o reajuste em dois anos, mas nós defendemos, pois estamos buscando uma saída. A proposta foi aprovada. Esperamos que a empresa faça o mesmo”, disse. O sistema Eletrobras tem cerca de 28 mil funcionários em seu quadro.

Notícias Relacionadas