Brasileiros barrados na Espanha chegam ao Brasil na noite de hoje

Mariana Branco
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Os brasileiros que tiveram a entrada negada na Espanha no domingo (28) embarcaram na manhã desta terça de volta ao Brasil e devem chegar à noite a Salvador, informou hoje (30) o  ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota. Segundo o ministro, o Consulado-Geral do Brasil em Madri, Espanha, fez contato com os brasileiros para assegurar que ficaram alojados em boas condições. De acordo com Patriota, não houve reclamações quanto à sala para onde as quatro pessoas, três homens e uma mulher, foram enviados.

Segundo o ministro, o governo espanhol informou que não foi permitida a entrada dos brasileiros em território espanhol por eles não cumpriram os requisitos exigidos pelo país.

Os relatos de brasileiros que se queixavam de abusos e humilhação ao serem barrados por autoridades espanholas levaram o governo do Brasil a adotar o mecanismo de reciprocidade para entrada dos turistas do país europeu em seu território. A medida passou a valer em 2 de abril. A lista de exigências definida pelo governo brasileiro para os espanhóis inclui a apresentação de passaporte válido por no mínimo seis meses, passagem de volta com data marcada e a comprovação de que dispõem de R$ 170 por dia para despesas.

O espanhol que se hospedar em hotel deverá apresentar o documento de reserva e aquele que for ficar em casa de amigos ou parentes precisará apresentar uma carta-convite contendo a assinatura do residente autenticada em cartório brasileiro, prazo de estada do turista espanhol e vínculo entre eles e comprovante de residência. Após a entrada em vigor dessa série de exigências, a Espanha admitiu negociar a redução de exigências para entrada de brasileiros.

Patriota ressaltou que as autoridades brasileiras também adotaram um sistema de monitoramento da situação dos brasileiros prestes a serem deportados. “Desde o primeiro semestre de 2012 houve acordo entre Brasil e Espanha. A sala [para onde são encaminhados os cidadãos com entrada negada] dispõe de linha telefônica e de um texto preparado pelo consulado de como proceder. Desde o início do mecanismo de monitoramento, não identificamos caso de abuso pelas autoridades espanholas”, destacou. Segundo números do Itamaraty, a quantidade de brasileiros que tiveram a entrada impedida na Espanha caiu de 1.402 em 2011 para 510 em 2012.

Notícias Relacionadas