Sarney segue internado em São Luís com infecção respiratória

Carolina Gonçalves
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O senador José Sarney (PMDB-AP), internado desde as 0h30 de domingo (28) no UDI Hospital, em São Luís, no Maranhão, deve continuar internado na unidade hoje (29), contrariando as expectativas de assessores que acompanham o parlamentar. Segundo a assessoria do hospital, o quadro do parlamentar, apesar de estável, recomenda internação por mais tempo.

O senador foi levado para o hospital, depois de passar mal no casamento de uma das netas, sentindo calafrios e febre. Até ontem (28), o corpo médico liderado pelo cardiologista Carlos Gama não havia identificado nenhum problema mais grave. No entanto, “após a realização de investigação clínica, laboratorial e radiológica detectou-se a presença de infecção respiratória aguda” destacou Gama, em boletim médico divulgado há pouco pelo hospital. O médico reforça que o senador está respondendo bem ao tratamento mas deve permanecer internado até a recuperação total.

De acordo com a assessoria do UDI, como o parlamentar está sendo tratado com antibióticos, os médicos decidiram mantê-lo internado por mais tempo. O quadro não é grave, de acordo com o último boletim e a decisão de manter o senador no hospital foi tomada como medida de cautela. O cardiologista Carlos Gama é diretor do hospital e médico de confiança de Sarney.

José Sarney, 83 anos, começou a carreira política em 1955. Em quase 60 anos de atuação política o parlamentar foi deputado federal e senador por diversas vezes e presidente da República em 1984, quando assumiu o cargo após a morte de Tancredo Neves, presidente eleito depois do movimento das Diretas Já. Sarney era o vice-presidente eleito.

Notícias Relacionadas