Joias avaliadas em 40 milhões de euros são roubadas na França

AGÊNCIA ANSA

Cannes – Um mega-assalto de joias avaliadas em 40 milhões de euros (cerca de R$ 117 milhões) ocorreu hoje (28) no prestigiado Hotel Carlton, na Croisette da cidade francesa de Cannes. Um homem entrou no hotel enquanto estava ocorrendo uma feira de joias chamada “Diamantes Extraordinários”.

Armado com uma pistola ameaçou as pessoas que estavam no local e pegou uma mala com as joias, fugindo em seguida na Croisette. A polícia francesa já começou a investigar o caso e não confirmou se o homem estava sozinho.

A direção do hotel não quis comentar o furto ou declarar quem seria o proprietário das joias roubadas, “porque não há nada para dizer”. Entretanto, fontes policiais informaram que a coleção de joias era da casa de diamantes Leviev, do bilionário israelense de origem russa Lev Leviev. O Hotel Carlton, famoso por seus quartos luxuoso, seu porto e praia privados, foi o cenário da gravação do filme “Ladrão de Casaca”, de Alfred Hitchcock, em 1954.

Durante o último festival de Cannes algumas joias da Maison suíça Chopard, avaliadas em 1,4 milhões de euros (cerca de R$ 4 milhões), foram roubados de um quarto no hotel Novotel. Mais tarde, a joalheria suíça De Grisogono denunciou o roubo de um colar de 2 milhões de euros (cerca de R$ 6 milhões) durante uma festa na cidade de Antibes, vizinha de Cannes. A festa era protegida por 80 seguranças. (Ansa Brasil)

Notícias Relacionadas