Petista foi indiciada por fraude que pode chegar a R$ 300 milhões

A Polícia Federal pediu à Justiça e ao Ministério Público o afastamento da chefe da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), a ex-deputada Lucia Helena de Carvalho (PT-DF). Ela é acusada de “patrocinar interesses privados” e de assinar “documentos que balizaram a demarcação comprovadamente fraudulenta” de um terreno da União. Lucia Helena foi indiciada na semana passado ao lado de outros funcionários do SPU e de órgãos públicos por fraude, falsidade ideológica e formação de quadrilha.

Segundo a Polícia Federal, o grupo fraudou laudo técnico, em 2008, para repassar área extra de 344 hectares para posseiros. Os laudos que justificavam a venda do terreno, avaliado em R$ 300 milhões, eram irregulares e continham erros na medição feita por técnicos privados. Também teriam sido usados documentos fraudados com timbres oficiais do governo. (Diário do Poder)

Notícias Relacionadas

3 Comentários

  1. Moisés Menezes

    Poeira nos olhos do povo !
    Não vai dar em nada. É do PT e a PF é do PT.
    Anos e anos de processos se arrastando, recursos e outras artimanhas e no fim a cidadã fica com o dinheiro todo e vai gozar a vida e a nossa cara !

  2. fatima carvalho

    Eu estou devendo mais de 20,000dese imposto que ninguem sabe prá onde vai tanto dinheiro por isso estou na dívida da uniao prá esses cachorros do Pt fazerem farra com ele.Aqui em recife 60% dos terenos sao do SPU e todo ano aumenta 100%. TO CHEIIIIAAAA.

Comentários estão suspensos