MP suspeita de participação de ministro em desvio de verba

CLÁUDIO HUMBERTO

Após investigações sobre escândalo de corrupção na Paraíba, o Ministério Público Federal suspeita de participação do ministro Aguinaldo Ribeiro (Cidades) no esquema de desvio de recursos públicos destinados ao projeto Jampa Digital, de instalação de banda larga sem fio para a população carente de João Pessoa (PB).

O procurador regional da República Domingos Sávio Tenório de Amorim solicitou ao Tribunal Regional Federal da 5.ª Região, sediado no Recife, que encaminhe ao Supremo Tribunal Federal os autos da Operação Logoff – investigação da Polícia Federal sobre superfaturamento de R$ 1,66 milhão em contrato fechado em 2009 por meio de convênio entre o governo federal e a prefeitura de João Pessoa.

Em manifestação de nove páginas, o procurador transcreve depoimentos que falam de Ribeiro e faz menção a um e-mail entre dois executivos, um deles Paulo de Tarso, sócio da Ideia Digital – que teria sido favorecida-, em que citam o ministro e o pagamento de valor a quatro pessoas da Universidade Federal da Paraíba.

“Essa correspondência demonstra até que ponto Aguinaldo Ribeiro estava ligado ao projeto e provavelmente às ilicitudes praticadas”, diz o procurador. “(O e-mail) é elemento indicativo da participação de Aguinaldo Ribeiro.”, conclui Amorim. (Coluna de Cláudio Humberto)

Leia também:

Notícias Relacionadas