PM prende soldados envolvidos em confusão no Rio Vermelho

Salvador – A Polícia Militar prendeu na madrugada desta sexta-feira (26) os soldados Gervásio Augusto Carvalho da Silva Junior (14ª CIPM), Ramon Cerqueira Andrade (36ª CIPM) e Adilson Prazeres Barbosa (36ª CIPM), após confusão numa casa noturna localizada no Rio Vermelho, em Salvador.

Os policiais, que estavam de folga, foram conduzidos à 1ª delegacia, nos Barris, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante por tentativa de homicídio contra Gervásio, porte ilegal de arma de fogo e de documento falso contra Adilson. Já o envolvimento do soldado Ramon no episódio não ficou configurado, o que será esclarecido com o processo de apuração.

No interior do veículo em que os três estavam foi apreendida uma pistola calibre 380, e mais duas no cofre da casa de show, uma delas pertencente à Polícia Militar da Bahia e que estava sob a guarda de Ramon.

Os policiais foram encaminhados à Corregedoria da PM para serem ouvidos e ficarão custodiados na Coordenadoria de Custódia Provisória (CCP), localizada em Lauro de Freitas. Além do inquérito regular que será realizado pela Polícia Civil, a PM, por intermédio da Corregedoria, irá apurar administrativamente o caso.

Ocorrência

Por volta das 3h30, a PM foi acionada para atender a uma ocorrência de confusão generalizada em um bar no Rio Vermelho. Ao chegar no local, foi informada de que os envolvidos e autores de disparos de arma de fogo teriam fugido em direção ao Parque Lucaia.

A guarnição seguiu em diligências e conseguiu interceptá-los na Ceasa do Rio Vermelho e efetuou a prisão dos três, que foram identificados como policiais militares. A PM constatou ainda que Fernanda Mayan Abreu, 21 anos, com ferimento de arma de fogo na perna, acompanhava os policiais no interior do veículo.

Notícias Relacionadas