Papa terá que enfrentar denúncia envolvendo religioso do Vaticano

Em meio a uma agenda intensa, que inclui visitas a comunidades cariocas e celebrações em praias do Rio de Janeiro, o papa Francisco deve estar tendo dificuldades para esquecer o problema que o aguarda em casa. É o que afirma o influente jornal inglês The Guardian, em referência à denúncia de evasão de divisas contra um dos bispos do Vaticano.

Detido em Roma, o monsenhor Nunzio Scarano, responsável pela administração da Santa Sé, teria levado 20 milhões de euros da Suíça para a Itália, sem declarar a transação.

Ele foi preso em 28 de junho, e agora, de acordo com a reportagem escrita por Lizzy Davies, apela para o papa Francisco ajudá-lo.

Em carta dirigida ao papa e escrita da prisão Regina Coeli, em Roma, onde está detido junto a outras duas pessoas, Scarano alegou que é inocente e denunciou seus chefões no Vaticano por “atividades abusivas”, que, segundo ele, são encobertas por cardeais. (R7)

Notícias Relacionadas