Cresce expectativa dos peregrinos para a missa na Praia de Copacabana

Agência Brasil

Rio de Janeiro – Peregrinos de todas as partes do Brasil e do mundo aguardam o segundo ato central da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que acontecerá hoje (25), às 18h, na Praia de Copacabana, zona sul da cidade, e contará com a presença do papa Francisco.

Pela manhã, era possível ver muitos fiéis acampados na praia para ver o pontífice, mesmo diante da temperatura de 17 graus Celsius (ºC), marcado no termômetro digital da cidade, e da chuva que cai nos últimos dias.

As amigas Fátima e Rafaela, de Goiânia, dormiram na orla da praia para não perder nenhum momento do papa Francisco em Copacabana. “Nós montamos uma barraca na praia para pegar um bom lugar e poder ver o papa Francisco de perto. A nossa expectativa é a melhor possível. Mesmo cansadas e com muito frio não sairemos daqui”, disse Fátima.

O peregrino chileno, Ancés Ellioti, chegou em Copacabana às 7h com o desejo de receber a benção do papa. “Para mim seria um sonho muito grande e especial poder tocar e poder receber a benção do papa Francisco. Eu tenho muita fé que o evento será ótimo e aguardo com muita esperança a chance de vê-lo”.

A previsão é que Francisco chegue de helicóptero e desembarque no Forte de Copacabana. De papamóvel, vai do Posto 6 até o palco, montado na altura do Posto 2 da praia. Lá, o papa realizará a acolhida aos jovens, com benção e discurso.

A prefeitura do Rio montou uma operação que começou à 0h desta quinta-feira, com a interdição da Avenida Atlântica nas faixas da orla e junto aos prédios. Dois grandes eventos serão realizados em Copacabana: a Missa da Acolhida, nesta quinta-feira, e a Via Sacra, amanhã (26).

Cerca de 30 mil homens das polícias civíl e militar, da Guarda mMunicipal e do Corpo de Bombeiros reforçaram a segurança em toda região. A prefeitura estima que cerca de 1,5 milhão de fiéis participem da missa em Copacabana.

Notícias Relacionadas