Homem é condenado a 20 anos e seis meses de prisão por matar criança de oito anos em Macaúbas

Salvador – Uilton de Jesus Santos foi condenado a 20 anos e seis meses de prisão por matar criança de oito anos no município de Macaúbas, a pedido do pai do garoto, Zenilton Silva Costa. A condenação foi anunciada ao final da sessão do Tribunal do Júri, que aconteceu ontem, dia 23, das 9h30 às 21h, em Macaúbas. A acusação foi conduzida pela promotora de Justiça Rita de Cássia Pires Bezerra Cavalcanti.

O réu foi condenado por homicídio cometido mediante promessa de recompensa, à traição e por asfixia, sendo admitida ainda a existência da ocultação do cadáver. O crime aconteceu no dia 16 de novembro de 2011, no povoado de Curralinho. De acordo com a promotora de Justiça, Rita de Cássia Pires, o pai do garoto, Zenilton Costa, prometeu a Uilton de Jesus a quantia de R$ 1.000 para que este matasse seu filho, “pois assim deixaria de pagar a pensão alimentícia de R$ 40 mensais, além de exames médicos dos quais o menor necessitava”. Além disso, deu R$ 7 a Uilton de Jesus para que ele atraísse o menor para a emboscada.

O menino foi encontrado morto com um cadarço em volta do pescoço e um saco plástico amarrado na cabeça. Durante o júri a defesa apresentou a tese da inimputabilidade ou semi-imputabilidade do réu, mas ambas foram rejeitadas pelos jurados.

Notícias Relacionadas