Seis pessoas morreram hoje em confrontos no Cairo

Agência Lusa

Cairo – Pelo menos seis pessoas morreram hoje de manhã (23) em confrontos entre simpatizantes e opositores do presidente egípcio deposto Mouhamed Mursi, no Cairo, capital do Egito, elevando para dez o número de mortos nas últimas 24 horas. Os ataques desta manhã ocorreram perto da Universidade do Cairo.

Quatro manifestantes, simpatizantes de Mursi, morreram na noite de segunda-feira (22) após  a polícia ter invadido um acampamento de islamitas na Praça do Renascimento, no Cairo, segundo informou a Irmandade Muçulmana, movimento que apoia o presidente deposto. Policiais à paisana e franco-atiradores atacaram os manifestantes acampados na praça, de acordo com a Irmandade Muçulmana.

O porta-voz do Ministério da Saúde, Jaled Jatib, confirmou que os confrontos de segunda-feira fizeram dez feridos e, segundo a Irmandade Muçulmana, três deles estão em estado grave.

Jatib acrescentou que também houve feridos em distúrbios na Praça Tahrir, no centro da cidade, e na Praça de Rabea Al Adauiya, a leste do Cairo, onde os islamitas têm outro acampamento.

Notícias Relacionadas