Fifa vai gastar R$ 450 milhões para criar o Museu do Futebol

Edifício Haus zur Enge, onde será o Museu do Futebol
Edifício Haus zur Enge, onde será o Museu do Futebol
A lucrativa Copa do Mundo no Brasil parece ter encorajado a Federação Internacional de Futebol, a Fifa, a acordar o adormecido sonho de criar o Museu do Esporte, em Zurique, na Suíça. Aproveitando um prédio já construído no centro da cidade, a Fifa toca a todo vapor as obras de modificação do edifício alugado, previsto para ser inaugurado em 2015.

Cerca de R$ 450 milhões serão investidos no prédio da seguradora Swiss Life, que foi alugado por 40 anos. A Fifa justificou – ao anunciar o início das “obras” em abril deste ano – que o aluguel da área seria mais barato que a construção de uma unidade própria ao lado da sede da federação, em Zurichberg, a 5km do bairro Enge, onde será o museu.

As áreas do subsolo até o primeiro andar do prédio ficam reservadas para o museu, onde haverá uma espécie de galeria da fama para homenagear famosos jogadores de futebol, além de jogos interativos e exibições em 3D. Já os andares superiores serão transformados em escritórios com 150 estações de trabalho e 28 apartamentos.

Sem colocar nenhum investimento nos países em que sedia a Copa do Mundo, a Fifa lucra com arrecadações de bilheterias e patrocinadores. Desde que recebeu o anúncio de que seria um país-sede, o governo brasileiro tem investido bilhões de reais para adequar os estádios de futebol ao padrão Fifa. (Diário do Poder)

Notícias Relacionadas