Juninho dá show e Vasco bate o Fluminense por 3 a 1 no Maracanã

Juninho fez um gol e deu o passe para o segundo da vitória vascaína de hoje
Juninho fez um gol e deu o passe para o segundo da vitória vascaína de hoje

Rio – Na rebertura do Maracanã, o Vasco bateu o Fluminense: 3 a 1. Juninho, André e Tenório marcaram para o Cruzmaltino, e Carlinhos descontou para o Flu. Com a vitória obtida na noite deste domingo, o Vasco alcançou os dez pontos, saiu da zona de rebaixamento. Já o tricolor está em 14º lugar com nove pontos.

O Vasco começou a partida trocando passes e muito bem organizado defensivamente, cortando todas as tentativas de ataque do Fluminense. Aos poucos o Gigante passou a levar perigo ao goleiro Diego Cavalieri. Aos cinco, Pedro Ken recebeu próxima à área e finalizou, mas a bola saiu em tiro de meta. Dois minutos depois, Juninho recebeu bom passe de Nei e tentou o cruzamento, mas Digão afastou. Aos 16, Pedro Ken roubou a bola de Edinho e tocou para o meio da área. Juninho, vindo de trás, bateu de chapa e de primeira, abrindo o placar para o Gigante da Colina.

Após o gol, o Vasco ganhou mais confiança e foi com tudo ao ataque. Aos 20, Nei fez boa jogada pela lateral direita e foi derrubado por Jean. Na cobrança, Juninho levantou na área, mas a zaga do Fluminense afastou. No contra-ataque, Edinho arriscou de muito longe, a bola chegou a tocar o travessão e saiu em tiro de meta. Na sequência, nervoso em campo, Fred agrediu Jomar e foi expulso.

Com um a mais, o Vasco passou a cadenciar a partida, trocando passes no campo de ataque e, aos 29, Juninho levantou na área, mas Cavalieri ficou com a bola. Aos 35, após boa troca de passes, Sandro Silva levantou para a área, mas a zaga do Fluminense afastou. No minuto seguinte, Edinho arriscou novamente de longe e a bola saiu em tiro de meta. Perto do fim, o jogo ficou bastante truncado e com muitas faltas.

Aos 42, após ótimo contra-ataque armado pela zaga vascaína, André arriscou de fora da área e Diego Cavalieri praticou uma difícil defesa, mandando a bola para escanteio. Mas, o árbitro assinalou tiro de meta. Aos 46, após novo contra-ataque vascaíno, Pedro Ken passou por dois adversários e foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, Juninho bateu por cima do gol. Em seguida, o árbitro carioca Marcelo de Lima Henrique encerrou a primeira etapa.

Ritmo forte 

O Vasco começou o segundo tempo com a mesma pegada e, com menos de um minuto, Juninho deu belo lançamento para André, que tocou por cima de Diego Cavalieri e ampliou o marcador para o Vascão. Após o gol, o Vasco passou a dominar a partida, pressionando o Fluminense. Aos seis, Juninho, cobrando falta, acertou a barreira e a bola saiu em escanteio. Na cobrança, Jean afastou.

Aos 11, após cobrança de escanteio, Carlinhos subiu e cabeceou forte para o gol, sem chances para o goleiro Diogo Silva. Cinco minutos depois, Éder Luis arrancou do campo de defesa e armou um ótimo contra-ataque para o Gigante. Mas, quando André se preparava para chutar, a zaga do Fluminense cortou e mandou a bola para escanteio. Aos 18, Carlinhos cruzou para Rhayner, mas Wendel cortou o passe. Aos 23, Juninho tentou um ótimo lançamento para Éder Luis, mas Cavalieri saiu do gol e afastou o perigo.

Aos 26, um pouco cansado, devido a ótima partida que fez, Juninho foi substituído. Na sequência, Rafael Sobis arriscou para o gol e Diogo Silva praticou bela defesa. No contra-ataque, André dominou na ponta direita e chutou forte, mas a bola explodiu na trave. Quase o terceiro do Gigante. Aos 30, Rafael Vaz soltou a bomba em cobrança de falta, levando muito perigo ao goleiro do Fluminense, que mandou a bola para escanteio. Aos 35, André recebeu na entrada da área, girou sobre a marcação e chutou forte para a defesa de Diego Cavalieri, que mandou para escanteio.

Na cobrança, a bola sobrou para Nei que, de fora da área, soltou a bomba, para mais uma defesa de Diego Cavalieri, que novamente mandou para escanteio. Desta vez, na cobrança, Tenorio conseguiu cabecear e ampliou para o Gigante. Aos 43, após boa jogada de André, o atacante vascaíno foi derrubado e o árbitro assinalou falta. Na cobrança, Wendel bateu com categoria, mas a bola bateu no travessão. Aos 45, sem acréscimos, Marcelo de Lima Henrique encerrou o jogo.

Ficha Técnica
FLUMINENSE 1 X 3 VASCO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 21/07/2013 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Luiz Antonio Muniz de Oliveira (RJ)
Cartões amarelos: Rafael Sobis, Digão (FLUMINENSE); Juninho, Henrique, Jomar, Wendel (VASCO)
Cartões vermelhos: Fred e Digão (FLUMINENSE)
Gols: Juninho, 16/1ºT (0-1); André 01/2ºT (0-2); Carlinhos, 11/2ºT (1-2); Tenorio, 38/2ºT (1-3);

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho (Marcos JR, 22/2ºT), Jean, Deco (Rhayner, intervalo) e Wagner; Rafael Sobis e Fred. Técnico: Abel Braga.

VASCO: Diogo Silva; Nei, Jomar, Rafael Vaz e Henrique (Fillipe Soutto, 11/2ºT); Sandro Silva, Wendel, Juninho (Fábio Lima, 24/2ºT) e Pedro Ken; Éder Luis (Tenorio, 31/2ºT) e André. Técnico: Dorival Júnior.

Notícias Relacionadas