Papa Francisco vai a Aparecida por razões pessoais

Papa vai visitar Aparecida em sua passagem pelo Brasil (Foto: ANSA)
Papa vai visitar Aparecida em sua passagem pelo Brasil
AGÊNCIA ANSA

São Paulo – O papa Francisco incluiu o município de Aparecida, em São Paulo, no roteiro de sua viagem ao Brasil por motivos pessoais e religiosos, segundo especialistas consultados pela ANSA. De acordo com o teólogo Fernando Altemeyer, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Francisco tem uma forte “amizade pessoal” com o arcebispo de Aparecida e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Raymundo Damasceno.

“Além disso, o Papa, quando ainda era apenas o cardeal Jorge Mario Bergoglio, gostou muito de Aparecida e do povo brasileiro quando esteve na cidade para a 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe, em 2007”, disse Altemeyer.

Na ocasião, Francisco foi um dos responsáveis pela comissão que redigiu o documento final do encontro, o qual determinava qual caminho a Igreja da América Latina deveria tomar.

Para Altemeyer, a participação de Bergoglio foi fundamental para as diretrizes do documento: “Ele foi a alma deste texto, cuja uma das principais características faz parte de um conceito defendido pelo Papa, o de que não podemos contemplar o próprio umbigo. Com isso, ele quer dizer que a Igreja precisa trazer o povo para perto”.

“Francisco está priorizando coisas simbólicas e Aparecida representa o povo brasileiro, o que, para ele, é muito importante, já que é movido pelo povo e quer se aproximar dele”, explicou o especialista. O teólogo Mario de França Miranda, professor da PUC-Rio e decano do Centro de Teologia e Ciências Humanas, também destacou esse fato, argumentando que o município é o local onde está a imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

“Quem vem de fora do país, se espanta com o tamanho da Basílica e um público de milhares de pessoas, pobres e fiéis pagando promessas. É possível encontrar públicos de todos os tipos, rezando ao lado de bispos”, comentou.

O Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Aparecida, é o segundo maior templo católico do mundo, atrás apenas da Basílica de São Pedro, no Vaticano. No dia 24 de julho, o papa Francisco celebrará uma missa no local. São esperadas mais de 200 mil pessoas.

A Santa Sé informou nesta semana que o próprio Papa pediu que a visita a Aparecida fosse incluída no roteiro de sua viagem ao Brasil, a qual se iniciará na próxima segunda-feira, dia 22, e terminará no domingo, dia 28. Ele participará das atividades da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Rio de Janeiro.

Essa será a primeira viagem internacional do Pontífice, que foi eleito em março como sucessor de Bento XVI. A maior parte do roteiro da viagem já tinha sido programada por Joseph Ratzinger. (Ansa Brasil)

Notícias Relacionadas