Cabral: comissão que investigará vandalismo em manifestações é resposta à sociedade

Isabela Vieira
Agência Brasil

Rio de Janeiro – O governador Sérgio Cabral disse hoje (19) que a criação da comissão que vai investigar a atuação de grupos de vândalos durante as manifestações ocorridas nos últimos dias no Rio é uma resposta à sociedade.

“Temos o dever de dar essa reposta, de maneira unificada e coesa, [unindo] as forças de segurança pública e o Ministário Público”, disse. Ele acrescentou que a comissão dará “agilidade” e “eficiência” às investigações.

O decreto regulamentando o funcionamento da comissão será publicado na próxima segunda-feira. Cabral confirmou que a presidenta Dilma Rousseff se colocou à disposição para ajudar o Rio de Janeiro e manifestou solidariedade à população do estado.

A comissão será integrada por membros do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP) e das polícias Civil e Militar. O anúncio da criação da comissão foi feito, ontem (18), na sede do MP, após reunião do procurador-geral de Justiça, Marfan Vieira, com representantes do governo do estado e da cúpula da Secretaria de Segurança Pública.

Notícias Relacionadas