Olimpia faz 2 a 0 e complica o Atlético-MG na Libertadores

Vencedor da Libertadores em três oportunidades, o Olimpia assim vai a Belo Horizonte para jogar por um empate ou uma derrota por um gol
Vencedor da Libertadores em três oportunidades, o Olimpia assim vai a Belo Horizonte para jogar por um empate ou uma derrota por um gol
O Atlético saiu em desvantagem no primeiro duelo da final da Copa Libertadores. Mesmo demonstrando firmeza e desperdiçando boas chances, o Galo perdeu para o Olimpia por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Defensores del Chaco, em Assunção. Alejandro Silva abriu o placar no primeiro tempo e o pior ficou para o fim. Aos 48min, Wilson Pittoni acertou o ângulo de Victor em cobrança de falta e ampliou, dificultando ainda mais a tarefa para o Alvinegro, que perdeu os laterais Marcos Rocha e Richarlyson, suspensos.

O Atlético mostrou valentia e determinação fora de casa, mas faltou acertar o passe no momento de concluir as jogadas ofensivas. E foi vazado em lances que o time paraguaio soube aproveitar bem. E ainda contou com uma cobrança de falta perfeita nos acréscimos, quando o goleiro Victor não subiu para a defesa por ter sido atrapalhado por Alecsandro, que estava debaixo do travessão.

Para a grande final, marcada para a próxima quarta-feira, no Mineirão, o Atlético terá que vencer por no mínimo dois gols de diferença, para levar a definição do campeão para a prorrogação e, se não fizer mais no tempo extra, nos pênaltis. Se ganhar por três de frente, o Galo conquistará o título inédito e o mais importante dos 105 anos de história. Ao Olimpia, resta um empate ou revés por um gol de desvantagem, para levantar a Copa Libertadores pela quarta vez.

Notícias Relacionadas