Acaba sem acordo terceira reunião entre as Coreias do Sul e do Norte para reabertura de complexo industrial

Renata Giraldi
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Pela terceira vez consecutiva, representantes dos governos das Coreias do Sul e do Norte concluíram hoje (15), sem sucesso, mais uma etapa de negociações, na tentativa de obter um acordo para a reabertura do Complexo Industrial de Kaesong, no qual funcionários norte-coreanos trabalham em fábricas sul-coreanas. O complexo industrial está fechado há cerca de três meses.

As autoridades sul-coreanas e norte-coreanas também não conseguiram vencer as divergências em reuniões anteriores, ocorridas em 6 e 10 de julho. Não há, ainda, informações sobre novas reuniões. O governo da  Coreia do Norte exige aumento de salários e uma série de condições, para a normalizar as atividades do complexo, enquanto a Coreia do Sul quer garantias de que Kaesong não será mais fechado pelos norte-coreanos.

As tensões entre as Coreias aumentaram em abril, depois do anúncio dos norte-coreanos de testes com mísseis na Península Coreana podendo atingir não só a Coreia do Sul, como também o Japão e territórios dos Estados Unidos. Kaesong é o único projeto econômico comum entre as duas Coreias. No local, 123 empresas sul-coreanas empregam cerca de 54 mil trabalhadores norte-coreanos.

Notícias Relacionadas