Felipão não considera Espanha favorita e vê jogadores brasileiros motivados

Portal da Copa

Para Scolari, Seleção Brasileira voltou a ter credibilidade com torcedores (Foto: Portal da Copa)
Para Scolari, Seleção Brasileira voltou a ter credibilidade com torcedores (Foto: Portal da Copa)

Rio -O técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, não considera a Espanha favorita para a decisão da Copa das Confederações, neste domingo (30.06). Apesar de ressaltar as conquistas e o bom futebol que a equipe espanhola tem apresentado nos últimos anos, o treinador afirmou que os adversários têm defeitos.

“Não considero a Espanha favorita, considero que a Espanha, nos últimos anos, impôs seu futebol, ganhando duas Euro e um Mundial e tem jogado da mesma forma há alguns anos, sai um ou outro jogador, mas não muda. Mas, temos algo importante, que foi voltar a ter credibilidade com os nossos torcedores. Sonhamos ganhar a final, eles podem ter alguma ou outra vantagem, mas podemos igualar e superar tudo isso que eles têm”, disse.

Questionado se a fórmula usada pelos italianos para parar a Espanha na semifinal, quando a Azzurra só foi superada nos pênaltis, poderia ser usada pelo Brasil, o treinador defendeu o estilo de jogo brasileiro, que, para ele, é diferente da Itália. “Imagina, se ponho três zagueiros amanhã sou crucificado por uns 120 jornalistas”, disse apontando para a plateia presente no auditório do Maracanã.

“Aquela forma de jogar é típica da Itália e não podemos ter de um dia para o outro essa formação. Temos que ter a formação que viemos montando desde o jogo contra a Inglaterra. Eu gostei do futebol que apresentamos até aqui e farei a equipe jogar da mesma forma e fazer com que adversários saibam que estão jogando contra uma grande equipe”, acrescentou.

Felipão ainda mostrou confiança nos jogadores brasileiros e elogiou o apoio da torcida, em coletiva de imprensa antes do treino de reconhecimento do gramado do Maracanã. “O clima está melhor, acho que quem faz melhorar o clima, além dos jogadores, é a torcida que tem sido fantástica. Desde a partida contra a Inglaterra aqui, depois em Porto Alegre, começaram as manifestações de alegria e que foram crescendo, inclusive em Belo Horizonte, no último jogo, porque tínhamos algum receio pelo que sofremos diante do Chile, mas foi fantástico e imagino que amanhã será também”.

Motivação

O treinador comentou a motivação dos jogadores em ganhar o primeiro título da Seleção, em um torneio da FIFA, jogando no Brasil. “Meu s jogadores estão motivados, felizes por chegar à final. Vejo eles conversando muito mais para a final do que eu imaginava. Às vezes temos que segurar um pouquinho. Como disse o Daniel Alves, no Brasil temos que fazer respeitar nossa casa. Vamos honrar a Seleção com tudo aquilo que imaginamos fazer desde o inicio, temos totais condições para isso”.

Para Felipão, uma vitória dará confiança para seguir o projeto traçado pela comissão técnica até a Copa do Mundo de 2014. “É importante vencer a Espanha amanhã, jogar uma boa partida, para termos possibilidade de seguir nesse projeto com mais confiança, termos uma situação mais equilibrada nesse ano que vem, onde teremos apenas amistosos, para termos uma ideia definitiva do que nos falta. Amanhã passamos a ter parâmetros melhores para nossa avaliação para a Copa do Mundo”, conclui.

Notícias Relacionadas