Grupo de manifestantes depreda ônibus e fachada de agência bancária em São Gonçalo

Douglas Corrêa
Agência Brasil

Rio de Janeiro – Apesar de ter terminado pacificamente a manifestação na tarde de hoje (18), em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, um grupo cometeu atos de vandalismo contra a fachada de uma agência bancária, que teve os vidros quebrados, e depredou um ônibus que teve o vidro dianteiro destruído. Eles atiraram pedras contra a tropa da Polícia Militar (PM), que observava a manifestação, mas não revidou ao ataque. O mesmo grupo também ateou fogo a lixeiras.

Tudo começou depois que alguns manifestantes mudaram o percurso previsto e interditou a Avenida Presidente Kennedy, paralela à Avenida Feliciano Sodré, onde fica a sede da prefeitura. A PM prendeu cinco pessoas que participaram dos atos de vandalismo contra a agência bancária e os levou para a 73ª Delegacia Policial, em Neves, São Gonçalo.

De acordo com estimativas da Polícia Militar, foram usados 110 policiais para observar a manifestação, com apoio de 321 homens da Guarda Municipal, que ficaram em pontos estratégicos para evitar atos de vandalismo contra o patrimônio público. Por medida de precaução, a prefeitura suspendeu as aulas em duas escolas públicas e o expediente nas repartições do município.

Notícias Relacionadas