Marcelo Guimarães detona Wagner, Fátima Mendonça, Lídice e Pelegrino.

Marcelo Guimarães Filho, presidente do Bahia
Marcelo Guimarães Filho, presidente do Bahia
REDAÇÃO DO JORNAL DA MÍDIA

Salvador – Não faltou chumbo grosso para ninguém. O presidente do Bahia, Marcelo Guimarães, saiu metralhando todos os membros da equipe do Governo Wagner, inclusive a mulher do governador, Fátima Mendonça, pela organização do movimento “Bahia da Torcida”, idealizada pelo publicitário Sidônio Palmeira, marqueteiro do PT da Bahia. A campanha tem o objetivo claro de forçar a saída de Guimarães do cargo. Marcelinho disse que o PT não vai tomar o Bahia de assalto.

Em entrevista bombástica a emissoras de rádio, no domingo, antes do Ba-Vi, Guimarães começou atirando em Jaques Wagner e em sua mulher Fátima Mendonça:

“Foi com Wagner que a população da Bahia sofreu com as consequências da greve da Polícia Militar. Foi com ele que os professores levaram mais de 100 dias em greve. E eu nunca fui defender uma intervenção no governo. Eu nuca pedi intervenção. “Ele deveria dar explicações sobre os mensaleiros do PT, condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Eu não vi ele pedir a saída dessas pessoas, pelo contrário, vi defendendo. O problema do Bahia é do Bahia e não dele”, sustentou.

Sobre Fátima Mendonça, que lhe fez duras críticas e está apoiando o movimento “Bahia da Torcida”, o presidente tricolor fez ironia:

“Eu sei de suas andanças por aí…”

Quem levou muito chumbro groso também foi a senadora Lídice da Mata, uma das maiores defensoras de uma intervenção no Bahia:

“Foi a pior prefeita de Salvador. Foi considerada a prefeita do lixo, a prefeita dos ratos. Precisa mais para se classificar tanta incompetência?”.

A morte de Neylton – O deputado federal Nelson Pelegrino, outro petista radicalmente contra a permanência de Marcelo Guimarães no Bahia, as críticas foram também pesadas.

“Pelegrino precisa explicar a morte ocorrida por incompetência e má administração da Secretaria de Saúde do Município em sua gestão”.

A morte do servidor Neylton Souto da Silveira ocorreu em 6 de janeiro de 2007. Neylton tinha 38 anos e seu corpo foi encontrado um dia depois do crime, no pátio interno do prédio, com marcas de espancamento e estrangulamento. De acordo com a perícia, Neylton teria sido ainda arrastado pelos corredores e teve o corpo jogado de uma altura de sete andares.

Bobô é agente – Não faltou bala no revólver de Marcelinho Guimarães para disparar contra Bobô, ou Raimundo Nonato, superintendente da Sudesb e acusado por ele de ser agente de dois jogadores de futebol.

“Ninguém se esquece da tragédia da Fonte Nova, que matou sete torcedores. Quem estava lá? Bobô, que hoje por sinal é também representante de Vander e Mansur, jogadores do Vitória.

Renunciar, jamais – Marcelo Guimarães garante que não existe qualquer possibilidade de renunciar ao cargo.

“Essa possibilidade é zero. É inconstitucional, seria um golpe.Jamais vou renunciar. Estão perdendo tempo”.

Notícias Relacionadas

5 Comentários

  1. Valeria Pestana

    Marcelinho esqueceu de falar do seu pai que foi preso pela Polícia Federal…Esqueceu de falar sobre o destino do dinheiro da venda de vários jogadores do Bahia e sua relação com a Cálcio….

    Fora bandido!!

  2. tadeu kirnen

    Do Baêa eu não sei nem quero saber.
    Quanto a Jaques Wagner sei que é um incompetente que chegou na Bahia com uma mão na frente, outra atrás. Hoje ele está milionário (consulte o TRE-BA).
    Nada mau para um ex-sindicalista.

  3. jorge Vieira

    Marcelo Guimarães se vc ama o Bahia Saia, pois é o único jeito do torcedor do bahia voltar a ver seu time na Arena. Voce está contribuindo para também, acabar com a torcida do Bahia.

  4. johny

    metralhadora giratória é desespero do capixaba, e ele bate pesado, pois sequer poupara a esposa do governador…
    que, na verdade é a Primeira Dama do Estado que o adotou.
    Aguardem, que ele só saíra daqui a 30 anos…Quem viver, verá.

Comentários estão suspensos