Grande talento de Afif é multiplicar sua fortuna

CLÁUDIO HUMBERTO

O vice-governador paulista Guilherme Afif Domingos (PSD), nomeado ministro, está no cargo errado. Seu incomum talento para engordar a própria fortuna faz dele merecedor da presidência do Banco Central, no mínimo. Dos seus R$ 11,3 milhões declarados em 2006, passou quatro anos depois, em 2010, a somar R$ 49,2 milhões – valor 6 vezes maior que o orçamento da sua mini-Secretaria de Micro e Pequena Empresa.

Leia também:

Domínio público – As declarações de bens do ministro Afif Domingos estão disponíveis nas páginas da Justiça Eleitoral, na internet.

Homem de posses -Afif Domingos tem participação acionária na Sundays Participações, na Itaberaba Participações e na Manacial Corretora de Seguros.

Investimentos – Outros negócios do vice-governador de São Paulo são ações da Cesp e da Eletrobrás e aplicações nos bancos Credit Suisse e Bradesco. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas