Espetáculo italiano “A Carta” faz apresentação única em Salvador

Um clássico da comédia italiana, o espetáculo “A Carta”, subirá ao palco principal do Teatro Castro Alves no dia 16 de maio, às 21h, protagonizado pelo premiado ator italiano Paolo Nani. Criada em 1992, a obra consegue encenar a mesma história de 15 maneiras completamente diferentes. Neste espetáculo, que não contém texto, a linguagem universal da mímica e do clown são utilizadas com maestria, fazendo com o que público fique mais envolvido a cada nova ação.

A extrema precisão da linguagem corporal, o timing e as acrobacias faciais de Paolo Nani durante “A Carta”, tornam inúteis as palavras durante os 70 minutos de duração do show. Há 20 anos Paolo é aplaudido em turnês internacionais, que já circularam pela Europa, América do Sul e Ásia. O espetáculo vem para Salvador através do Módulo Circulação do Festival de Circo do Brasil.

Sobre “A Carta”

“A Carta” é um exercício de estilo, com timing cômico perfeito, cheio de piadas originais que funcionam perfeitamente do início ao fim. A plateia é convocada ao riso e se torna cúmplice do ator a cada nova cena.

O espetáculo, primeiramente, se desenvolve a partir de uma série de ações “normais”: um homem entra, bebe algo, cospe porque não sabe de que líquido se trata, escreve uma carta, descobre mais tarde que não havia tinta na pluma e, então, fica entediado. Estas poucas ações se tornam muito complicadas quando Paolo Nani repete a mesma história de maneiras distintas: rebobinando a ação, sem mãos, com horror, como no Circo, com magia, muito bêbado, no estilo Western, como um filme mudo e tantas outras formas. Todas essas variações têm duas coisas em comum: o intérprete nunca diz nenhuma palavra e o resultado é absolutamente divertido.

A obra já passou por países como Áustria, Bélgica, Chile, Croácia, República Tcheca, Dinamarca, Inglaterra, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Groenlândia, Holanda, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Noruega, Portugal, Espanha, Suécia, Suíça, Eslováquia, Turquia, e já participou de quatro edições do Festival de Comédia de Colônia, e duas edições do Festival Internacional de Mímica Londres.

Sobre Paolo Nani

Paolo Nani (1956) nasceu em Ferrara, na Itália, onde estudou arte e pintura. De 1978 a 1990, o intérprete trabalhou com a Companhia Ítalo-Argentina Teatro Nucleo. Quando integrava o Teatret Cantabile 2, entre 1990 e 1995, Paolo criou o espetáculo “A Carta”, em parceria com o diretor Nullo Facchini. Em 1995, o ator fundou a Paolo Nani Teater e começou a fazer turnês com “A Carta” na Europa, passando por diversos teatros ao redor do mundo. Criou com o cômico dinamarquês Kristjan Ingimarsson a Companhia Islandesa-Dinamarquesa Produktion Fantasía e juntos produziram “A Arte de Morrer”, com passagens pela China e Coréia.

Serviço:
O quê: Espetáculo “A Carta”, com Paolo Nani
Quando: 16 de maio, 21h
Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves
Quanto: R$ 60,00 (inteira) / R$ 30,00 (meia) da fila A até a P
R$ 40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia) da fila Q até a Z.
Duração: 70 minutos
Classificação: 10 anos

Notícias Relacionadas