Ex-presidente do Corinthians consegue dinheiro público para o Itaquerão

CLÁUDIO HUMBERTO

Além de roubar beijinhos da presidenta Dilma, na festa de reabertura do Maracanã, o ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez, o ex-jogador Ronaldo e o ex-presidente Lula, seus parceiros preferenciais, conseguiram o que queriam: a Caixa Econômica Federal, que já patrocina o clube paulista, vai enterrar R$ 400 milhões públicos para finalizar a obra do Itaquerão, um estádio de propriedade particular.

Cenário – Enquanto Ronaldo entretia a plateia, em campo, os parceiros Sanchez e Lula convenciam Dilma a meter dinheiro do contribuinte no Itaquerão.

Explicações – Envolvendo dinheiro público, o Ministério Público Federal em São Paulo ficou curioso sobre as garantias oferecidas à Caixa.

Argumentos – Outro detalhe que os procuradores querem saber: os argumentos utilizados pelo Banco do Brasil para pular fora do esquema.

Quem manda – O desembaraço de Andrés Sanchez no Maracanã, anotado em colunas sociais, insinua constrangedora ascendência sobre Dilma e Lula. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas

5 Comentários

  1. guilherme

    a caixa sera apenas a repassadora do dinheiro do bnds….voce nao sabe a besteira que fala…
    toda pessoa juridica pode tomar emprestimos do bnds….

  2. Wilson Azevedo

    Você é apenas mentiroso ou escreve meias verdades que lhe interessam?

  3. Wilson Azevedo

    anti Corinthiano detect. Ou só ataca o Corinthians para ver se acerta no PT?

  4. Raolino

    O governo não deu nenhum centavo de dinheiro público para a Arena Corinthians.
    O clube irá pagar 350 milhões de JUROS pelo emprestimo.
    E o mesmo empréstimo vale para todos os estádio, seja do Inter, Gremio, Atlético Paranaense e todos os outros.
    O EMPRÉSTIMO para o clube paulista foi o último a sair e esse estádio é a obra mais fiscalizada do planeta.
    O Corinthians está pagando o dobro do valor no estádio para sustentar a Copa em SP.
    Essa matéria parece tendenciosa, o Corinthians é o clube mais transparente do Brasil.
    Clube do governo é o Flamengo, que recebeu 25 anos de patrocinio estatal da Petrobras, recebeu 5 milhões da prefeitura para construir o CT, não paga 400 milhões em impostos (dinheiro do povo) e ainda vai ter a divida perdoada pelo governo. Se a dívida for perdoada, é o povo quem vai estar pagando.

Comentários estão suspensos