A um dia da reinauguração do Maracanã, obras do entorno do estádio ainda não estão prontas

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Mesmo com a partida inaugural do novo Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, marcada para amanhã (27), as obras de urbanização do entorno da arena estão longe de serem concluídas. O que se vê na região do bairro do Maracanã, na zona norte, é um imenso canteiro de obras.

A revitalização da área foi iniciada no primeiro semestre de 2012, mas até o momento apenas o trecho do calçadão entre a entrada principal, perto da Estátua do Bellini, e a Torre de Vidro, onde ficará a entrada das tribunas de honra, está pronto. Alguns pontos da Avenida Radial Oeste, e a entrada do Ginásio do Maracanãzinho ainda recebem blocos de concreto para o acabamento do calçadão e da ciclovia. Inicialmente, a previsão era que as obras fossem entregues no dia 23 de fevereiro. Agora, segundo a prefeitura, a data é 27 de maio.

A urbanização na região inclui a reforma do calçadão do Maracanã, a reconstrução da ciclovia, a instalação de uma nova iluminação pública e o plantio de 300 palmeiras e árvores nativas do Rio. A Secretaria Municipal de Obras informou que não vai se pronunciar sobre o atraso. A Agência Brasil também entrou em contato com a prefeitura do Rio, mas ainda não obteve resposta.

O aposentado Hélio Costa, que há 34 anos vive no bairro do Maracanã, disse não acreditar que as obras fiquem prontas no prazo. “A prefeitura só fez uma obra aqui na frente do estádio e agora está correndo com o restante da obra. Quem vier aqui vai ver que as obras não avançaram muito. E, honestamente, creio que na Copa do Mundo vai estar tudo ainda por terminar.”

Já publicitária Fernanda Figueiredo aposta que em 2014 tudo estará pronto e funcionando. “É evidente que atrasos acontecem, mas eu tenho certeza que todo carioca está feliz com a organização desse evento. Iremos aproveitar ao máximo os progressos e oportunidades que a Copa trará”, disse a publicitária.

Operários que trabalham nas obras do entorno do estádio e que receberam apenas um ingresso para o jogo que servirá de teste para o novo Maracanã se queixaram de não poder levar acompanhante para ver a partida. Por causa disso, alguns deles estavam vendendo as entradas.

Notícias Relacionadas