Cardeais homenageiam Bento XVI e expressam gratidão

Renata Giraldi
Agência Brasil

Brasília – Bento XVI, que hoje (28) conclui o pontificado, foi homenageado pelos cardeais que participaram da última celebração com ele. Em nome de todos os presentes, o cardeal decano (o mais antigo) do Colégio de Cardeais, Angelo Sodano, de 85 anos, fez a saudação. Sodano desejou sorte a Bento XVI, que pretende viver de maneira reclusa, e ressaltou que todos expressavam sua gratidão.

“Sim, Padre Santo, saiba que o nosso coração também ardia enquanto caminhávamos juntos nesses últimos oito anos. Hoje, queremos mais uma vez expressar-lhe toda a nossa gratidão. Em coro, repetimos uma expressão típica de sua querida terra natal: ‘Vergelt’s Gott [Deus lhe pague]’!”, disse Sodano.

Os cardeais se reuniram com Bento XVI, na sala Clementina, no Palácio Apostólico, a residência oficial dos papas. Durante a celebração, os cardeais beijaram a mão do papa e também conversaram rapidamente com ele. Bento XVI prometeu obediência incondicional ao sucessor e disse que vai orar pelos cardeais que participarão do conclave.

“Com grande trepidação, os padres cardeais se unem ao seu redor, Vossa Santidade, para manifestar mais uma vez seu profundo afeto e expressar viva gratidão por seu testemunho de abnegado serviço apostólico, pelo bem da Igreja de Cristo e de toda a humanidade”, ressaltou Sodano.

O cardeal decano lembrou que Bento XVI foi escolhido em 19 de abril de 2005, sucedendo o papa João Paulo II, que ficou 31 anos no pontificado. “Em 19 de abril de 2005, Vossa Santidade se inseriu na longa cadeia de sucessores do apóstolo Pedro e hoje, 28 de fevereiro de 2013, está prestes a nos deixar, à espera que o timão da barca de Pedro passe a outras mãos”, disse.

Notícias Relacionadas