Ato do PT para comemorar 10 anos no governo tem críticas ao DEM e a FHC

Críticas ao DEM e ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) marcaram o ato político promovido nesta quarta-feira, 27, pelo PT, na Câmara dos Deputados, para comemorar os 10 anos do partido à frente do Palácio do Planalto.

A manifestação aconteceu duas horas depois do bate-boca ocorrido diante da exposição de fotos sobre a trajetória petista, quando parlamentares do DEM resolveram “completar” a história oficial contada pelo PT, no corredor da Câmara, afixando ali uma placa para lembrar o escândalo do mensalão, de 2005.

Leia também:

“Eu estranho que hoje as pessoas apareçam aqui, no PT, quando lá atrás não vi nenhuma delas defendendo o direito de greve. Mudaram de nome, mudaram de partido, de identidade, mas no seu sangue, no seu cérebro está o DNA do autoritarismo, da ditadura”, afirmou o presidente do PT, deputado Rui Falcão, numa alusão ao antigo PFL, que deu origem ao DEM.

A exposição de fotos homenageia os 33 anos do PT e os principais momentos do partido — desde que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era líder sindical e comandava greves no ABC paulista –, mas “pula” o ano de 2005, quando estourou o mensalão.

“Fizemos uma exposição não datada. Estranho que outros partidos se preocupem com a nossa história, sem estarem preocupados com a história deles”, provocou Falcão. (Vera Rosa, do Estadão)

Notícias Relacionadas