Tráfico é responsável pelo aumento de homicídios em São Paulo

Flávia Albuquerque
Agência Brasil

São Paulo – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse hoje (26) que o aumento de 16,67% no número de homicídios dolosos no estado em janeiro de 2013, em relação ao mesmo mês do ano passado, está ligado ao problema registrado com os traficantes de drogas e o crime organizado. “Dentro dessa circunstância, quando comparamos com o mês anterior [dezembro], houve queda de 21,36%”, declarou durante visita ao Centro de Atenção Integrada em Saúde Mental.

Em janeiro deste ano, foram registrados 416 assassinatos em todo estado, ante 356 no mesmo mês de 2012. Em dezembro, o total de homicídios foi 529. O governador reconhece que, mesmo sendo inferior ao mês de dezembro, os dados são preocupantes. “Não estamos satisfeitos e por isso estamos redobrando os esforços com polícia na rua”.

Segundo o balanço divulgado pela Secretaria de Segurança Pública, os roubos de carga diminuíram 1,55% no estado. Em janeiro de 2013, foram registrados 570 casos, nove a menos que no mesmo mês de 2012.

O roubo a banco diminui 9,31% nos últimos doze meses. De fevereiro de 2012 a janeiro de 2013, foram 247 roubos a banco, 23 a menos que entre fevereiro de 2011 e janeiro de 2012. Na comparação de janeiro com dezembro, o roubo a banco passou de 20 para 16 ocorrências.

Os sequestros caíram 36,62% nos últimos 12 meses, com 45 ocorrências de fevereiro de 2012 a janeiro de 2013, contra 71 no período de fevereiro de 2011 a janeiro de 2012.

O balanço mostra redução no roubo de carros: foram 65 casos a menos no comparativo entre dezembro de 2012 e janeiro de 2013. O número caiu de 7.698 para 7.633 ocorrências.

Notícias Relacionadas