Santa Catarina registra 113 ataques desde janeiro

Thais Leitão
Agência Brasil

Brasília – A Polícia Militar (PM) de Santa Catarina registrou o 113º ataque associado à onda de violência no estado, desde 30 de janeiro. Segundo o boletim divulgado hoje (26) pela corporação, dois homens em uma moto atiraram em direção a residências próximas à casa de um policial militar, em Criciúma, no sul catarinense. O ataque ocorreu por volta de 1h30 de segunda-feira (25).

De acordo com a perícia, ao todo foram feitos 12 disparos. Não houve feridos e ninguém foi detido. Mais três episódios de incêndio em carros, que ocorreram na noite de ontem (25), estão sendo investigados pelos órgãos de segurança de Santa Catarina para identificar se estão relacionados à onda de violência. Foram registrados em Itajaí, em Jaraguá do Sul e em Joinville.

Segundo a polícia, não houve vítimas em nenhum dos casos. Nos dois primeiros, os donos não foram localizados e os veículos, que estavam estacionados, aparentemente foram abandonados. Na ocorrência registrada em Joiville, o proprietário do automóvel apagou o princípio de incêndio.

Na semana passada, a Polícia Militar catarinense decidiu mudar os critérios para avaliar os episódios e evitar uma classificação equivocada das ocorrências, associando todos os eventos de incêndio à série de ataques violentos no estado. Desde então, antes de informar que se trata de um atentado, o caso suspeito é analisado individualmente pelas autoridades de segurança pública.

Notícias Relacionadas