Menor que disparou e matou torcedor boliviano se apresenta às 15h

O advogado da Gaviões da Fiel, Ricardo Cabral, confirmou que o menor H.A.M, que se apresentou como o autor do disparo do sinalizador que matou o garoto Kevin Espada, vai se apresentar às 15h desta segunda-feira (25) à Vara da Infância e da Juventude de Guarulhos.

Contratado da Gaviões, Ricardo Cabral disse que continuará defendendo o menor mesmo após a apresentação às autoridades

– Ele é associado da torcida há dois anos e a família não tem a menor condição de bancar um advogado. Vou continuar no caso.

Apesar de ser de família pobre, o menor custeou sua viagem à Bolívia para assistir ao jogo entre San José e Corinthians , pela Libertadores. Pelo menos é o que diz Ricardo Cabral.

— Ele mesmo pagou a viagem e teve autorização para ir à Bolívia.

O jovem Kevin Espada, de 14 anos, morreu na última quarta-feira (20) após ser atingido por um sinalizador atirado pela torcida corintiana durante a partida entre Corinthians e San José. Após a partida, 12 brasileiros foram presos em Oruro suspeitos de participar do crime. (R7)

Notícias Relacionadas