Governo venezuelano diz que rumores sobre piora da saúde de Chávez são falsos

Leandra Felipe
Correspondente da Agência Brasil/EBC

Bogotá – O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela e líder do Partido Socialista Unido da Venezuela (Psuv), Diosdado Cabello, disse hoje (25), durante entrevista à imprensa, que o presidente Hugo Chávez continua em tratamento no Hospital Militar de Caracas “sem contratempos”. Segundo ele, são falsos os “rumores” que falam da piora do estado de saúde de Chávez e que o juramento para o novo mandato ocorrerá quando o presidente estiver pronto.

“Temos informado de maneira continua e cada vez com a verdade. Alguns não gostam do tom otimista, mas é a verdade”, declarou, reforçando que o próprio Chávez deu instruções para que se diga a verdade sobre seu estado de saúde.

O presidente regressou a Caracas há uma semana, depois de passar mais de dois meses em tratamento em Cuba e de ser submetido à quarta cirurgia para a retirada de um tumor canceroso da região pélvica. Com complicações devido a uma insuficiência respiratória, o presidente está usando uma cânula na traqueia, o que atrapalha temporariamente a sua fala, segundo o governo.

Perguntado sobre quando Chávez fará o juramento para o novo mandato como presidente, Cabello disse que, embora ele na sexta-feira (22) tenha participado de uma reunião de mais de cinco horas, comunicando-se por via escrita, isso não implica que esteja recuperado. “Significa que ele está recuperado? Não. Mas ele está atendendo às demandas do governo e segue fazendo seu tratamento sem nenhum contratempo”, declarou.

Cabello ressaltou que o juramento para o novo mandato foi adiado com o aval do Tribunal Superior de Justiça (TSJ), que permitiu a adiamento de 10 de janeiro para quando Chávez se recuperar de sua enfermidade. “Isso será feito quando o comandante considerar que pode convocar aos senhores e senhoras do TSJ, para que o juramento seja feito”, disse.

Notícias Relacionadas