Comissão da Verdade dos Jornalistas investigará morte de 24 profissionais

CLÁUDIO HUMBERTO

A Comissão da Verdade dos Jornalistas informou nesta segunda-feira (25) que vai analisar a morte de 24 profissionais assassinados durante a ditadura militar. Segundo a representante da comissão, Rose Nogueira, inicialmente o levantamento apontava apenas 16 jornalistas mortos, porém, a apuração teve que ser ampliada por conta de novos dados.

“Recebemos informações de outras investigações que apontam 24 jornalistas”, explicou. “[Esperamos que] os familiares e os jornalistas perseguidos contem as suas histórias”, completou.

Para ela, outras categorias também deveriam seguir o exemplo dos jornalistas e abrirem uma Comissão da Verdade a fim de investigar os abusos da época. “As categorias que foram perseguidas devem levantar as informações. Precisamos contribuir com a Comissão [Nacional] da Verdade para apurar as denúncias e restabelecer a verdade dos fatos”, afirmou.

A Comissão da Verdade dos Jornalistas pretende apurar “tudo o que diz respeito à imprensa” no período que corresponde à ditadura militar. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Ricardo Ribeiro

    Foi criada a COMISSAO DA VERDADE essa comissao esta atras dos agentes da ditadura que prendederam alguns e outros fugiram como Deputado Genoino, Fernando Henrique Cardoso, Jose Dirceu etc.. Será que esses agentes vão receber medalhas? Seria muito justo não? Deveriam criar a COMISSAO DA JUSTIÇA para que esses canahas que voltaram do “exílio” para roubar o povo brasileiro privando-os de ecolas, saúde etc… paguem pelos seus atos.

Comentários estão suspensos