Em última benção, Papa Bento XVI diz: “O Senhor me chama a subir ao monte”

Com a voz marcada pela emoção e interrompido pelos aplausos, Bento XVI fez a última benção na Praça São Pedro. (Foto: Ansa/Reprodução)
Domingo histórico na Praça São Pedro. Ao meio-dia em ponto (horário local) Bento XVI saudou o público naquela que foi a última oração do Ângelus de seu pontificado. Desde cedo, muitos fiéis já aguardavam o Papa, entre eles representantes da comunidade brasileira em Roma e na Itália.

Com a voz marcada pela emoção e interrompido pelos aplausos, o Papa declarou: “Neste momento de minha vida sinto que a palavra de Deus está dirigida a mim. O Senhor me chama a subir ao monte, a dedicar-me ainda mais à oração e à meditação”.

“É mais, se Deus me pede isso, é porque eu poderei continuar servindo com as mesmas condições e o mesmo amor com o qual o fiz até agora, mas de um modo mais adequado à minha idade e às minhas forças”, afirmou. O Papa foi interrompido várias vezes por aplausos da multidão durante sua mensagem aos fiéis.

Germânia da Silva mora em Roma desde 1985. Acompanhou de perto o pontificado de João Paulo II e de Bento XVI. Ela se diz preocupada com o futuro da Igreja. “Esse período de sucessão é difícil, não se sabe como será. (O novo papa) terá que ter pulso firme”, disse.(Terra)

Notícias Relacionadas