Brizola livra ministério da‘fábrica’ de sindicatos

CLÁUDIO HUMBERTO

Torpedeado pela banda podre do PDT, que deseja apeá-lo do cargo, o ministro Brizola Neto decidiu publicar na próxima semana uma portaria cujo objetivo é acabar com a chamada “fábrica de sindicatos” existente no Ministério do Trabalho. O ex-ministro Carlos Lupi, dono cartorial do PDT, que exige sua cabeça, foi demitido pela presidenta Dilma em meio a denúncias de corrupção na concessão de registros sindicais.

Negócio rentável – No submundo do sindicalismo, o registro de um sindicato pode valer até R$ 300 mil, dependendo da categoria que pretende filiar.

Espanta ONGs – Brizola Neto decidiu nomear um delegado da Policia Federal para o cargo de diretor de Qualificação, para atuar como um “espanta ONGs”.

Motivos – Brizola Neto pode até deixar o cargo, diz fonte do Palácio, “mas isso não acontecerá por causa dos seus defeitos, mas de suas qualidades”. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas