Mulheres apostam em Ronda; Lyoto faz superluta como plano de fundo no UFC.

Sábado histórico para a principal competição de MMA do mundo. O UFC estreia nesta noite a categoria feminina apostando todas as suas fichas no carisma da musa Ronda Rousey. Ela chega como campeã e faz a primeira luta contra Liz Carmouche. O evento, porém, não é só de aposta. Lyoto Machida e Dan Henderson fazem o co-evento principal para definir em uma superluta quem será o próximo desafiante de Jon Jones.

Ronda e Liz chegam ao UFC repletas de histórias. As duas venceram preconceitos de colegas e chegam à principal competição de MMA do mundo com status de heroínas.

Ninguém esconde, porém, que é em Ronda que o UFC aposta para abrilhantar a categoria feminina por muito tempo. Dana White admitiu em várias entrevista que foi ela quem o fez mudar de ideia e finalmente abrir espaço para as mulheres. Até por isso, Rousey já chega à principal competição de MMA do mundo como a campeã.

De fato, a aposta em Ronda parece bem segura no UFC. A lutadora é uma das mais carismáticas e sempre atende muito bem a todos os fãs. Mas mais do que isso, é um sensação dentro do octógono. Em seis lutas como profissional, são seis vitórias, todas elas no primeiro round e com o mesmo golpe: um chave de braço. No total, são apenas 7 minutos e 39 segundos de lutas.

Do outro lado, porém, Liz promete fazer de tudo para dificultar a vida de Ronda e acabar com os planos do UFC. Primeira desafiante ao cinturão, Carmouche quer aproveitar a chance de mudar a sua vida. Com 10 lutas e 8 vitórias no cartel, ela está longe de ter a fama do adversária. Pelo contrário. Vive uma vida normal em San Diego. (ESPN)

Notícias Relacionadas