Oscar Pistorius consegue liberdade sob fiança na Justiça

Oscar Pistorius chorou bastante e se emocionou diversas vezes durante os quatro dias da audiência, no Tribunal de Pretória, na África do Sul, que julgou um pedido de fiança pela morte da modelo e namorada dele, Reeva Steenkamp. Ela foi alvejada no banheiro da casa do atleta, no dia 14 de fevereiro. Mas, na manhã desta sexta-feira, ele pôde respirar – um pouco – mais aliviado. Depois de quase duas horas de discurso, o juiz Desmond Nair garantiu a fiança ao medalhista paralímpico e anunciou que Pistorius responderá pela morte de Reeva em liberdade.
Após quatro dias de audiência, Pistorius garantiu a fiança e responderá julgamento em liberdade (Foto: AP)

Em seu longo anúncio, o juiz recapitulou as versões da defesa e da acusação. Enquanto aguardava a decisão, Oscar Pistorius chorava incontrolavelmente, sendo amparado pela presença de seus familiares, que também não escondiam o nervosismo. O magistrado também descreveu como funciona o processo de fiança na África do Sul. Em seu discurso, Desmond Nair afirmou que a acusação tem apenas evidências circunstanciais de que o crime, de fato, foi premeditado.

– A única pessoa que sabe o que aconteceu é o acusado. Estamos lidando com provas circunstanciais – disse o juiz.

A fiança foi estipulada em 1 milhão de rands, cerca de R$222,2 mil. Desse valor, R$100 mil devem ser entregues em dinheiro vivo como seguro. O próximo julgamento será no dia 4 de junho, às 8h30m do horário local. Pistorius deve entregar todos os passaportes, não pode entrar em nenhum aeroporto, precisa entregar todas as armas e não deve falar com testemunhas.(Globoesporte.com).

Notícias Relacionadas