Morales lamenta morte de torcedor durante jogo entre Corinthians e San José de Oruro

Renata Giraldi
Agência Brasil

La Paz – O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse ter ficado “chocado” com a morte do torcedor boliviano Kevin Douglas Beltrán Estrada, de 14 anos, vítima de um sinalizador durante jogo do Corinthians com o San José de Oruro. A reação do presidente foi divulgada pelo vice-ministro dos Esportes, Miguel Angel Rimba.

“O presidente, que é um aficcionado por futebol, nos orientou a dar apoio a toda a família [da vítima]”, disse Rimba, informando ter recebido um telefonema de Morales, de Nova York, onde está para o lançamento do Ano Internacional da Quinoa (grão considerado um dos alimentos mais completos de origem vegetal ).

O vice-ministro dos Esportes também manifestou indignação com a possibilidade de uma sanção menor definida pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmenbol) contra o Corinthians, que foi punido com a pena de jogar em estádio com portas fechadas, sem a presença da torcida, na Copa Libertadores da América.

A direção do Corinthians tem três dias para apresentar defesa. “[A decisão] não vai devolver a vida a essa criança e à sua família”, disse Rimba. O Ministério das Relações Exteriores informou que acompanha o caso por meio da Embaixada do Brasil em La Paz, na Bolívia, e que enviou um funcionário do setor consular e um consultor jurídico para Oruro.

Segundo autoridades bolivianas, um grupo de brasileiros está detido em Oruro, dos quais dois são acusados ??de homicídio culposo pelo Ministério Público. O ministro da Administração Interna, Jorge Perez, disse que o governo boliviano publicará um padrão de “sanções” para os torcedores e funcionários de clubes de futebol que colocam em risco a segurança das pessoas em eventos esportivos.

Notícias Relacionadas