Doze torcedores do Corinthians estão presos por morte de jovem boliviano

O jogo acabou no empate em 1 a 1
Um torcedor do San José, de apenas 14 anos, morreu após ser atingido por um sinalizador que teria partido da torcida do Corinthians, no estádio Jesús Bermúdez, na noite desta quarta-feira, no empate por 1 a 1 na estreia das duas equipes na Taça Libertadores da América. As informações são do tenente Cáceres, da polícia local. A diretoria do clube boliviano também confirmou o fato e lamentou o ocorrido logo após a partida. O clima foi de total comoção e revolta.

Natural de Cochabamba, Kevin Douglas Beltrán Espada foi atingido no olho pelo artefato, liberado nos estádios bolivianos, e chegou a ser levado para o Hospital Obrero, em Oruro, mas não resistiu. Segundo o médico que atendeu o garoto, a morte foi instantânea.

– Houve perda de massa encefálica devido ao projétil, um tubo de plástico, que penetrou no crânio. Por conta disso, a morte foi imediata – explicou José María Vargas à imprensa local.

A polícia boliviana deteve 12 corintianos acusados de envolvimento na confusão. Um produtor que filmava os torcedores na arquibancada teve a sua câmera apreendida.

Segundo a delegada Abigail Saba, responsável pela investigação do caso, seis dos 12 já passaram por testes para detecção de resíduos de pólvora em suas mãos. Ela disse que só vai revelar os nomes dos detidos depois de ouvir seus depoimentos, nesta quinta-feira pela manhã. (Globoesporte.com)

Notícias Relacionadas