Candidatura de Eduardo Campos é irreversível, diz Jarbas Vasconcelos

O senador e ex-governador de Pernambuco Jarbas Vasconcelos está certo de que o lançamento pelo ex-presidente Lula da candidatura da presidente Dilma Rousseff à reeleição, na noite da quarta-feira 20, durante a festa de comemoração de dez anos do PT no poder federal, terá como reflexo o lançamento de outra candidatura a presidente: a do governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos.

“Eduardo acaba de entrar em definitivo no jogo de 2014”, disse Jarbas ao 247, em Brasília. “É irreversível. A única hipótese que existia para ele não concorrer seria a de ser candidato a vice do próprio Lula. Mas como o ex-presidente se colocou fora da disputa, quem vai entrar é ele”. Dilma já definiu que seu companheiro de chapa será o vice-presidente Michel Temer, do PMDB.

Integrante do PMDB sempre às turras com a cúpula partidária, Jarbas Vasconcelos é o princial interlocutor político de Eduardo Campos na região Nordeste. Ex-governador de Pernambuco, Jarbas tem influência sobre toda a faixa à esquerda de seu partido e de outras agremiações. “Só faltava essa definição para Eduardo fazer sua própria escolha. Lula, na prática, o está empurrando a concorrer contra Dilma”. (Brasil247)

Notícias Relacionadas