Processo de canonização de João Paulo II vai ‘muito bem’

AGÊNCIA ANSA

Cidade do Vaticano – O prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, cardeal Angelo Amato, declarou que o processo de canonização do papa João Paulo II “vai muito bem”.

Em uma declaração feita durante um encontro na Pontifícia Universidade Lateranense, Amato não confirmou diretamente se a Congregação recebeu as documentações de um milagre atribuído Papa e necessário para a finalização do processo de canonização.

“Nós temos a obrigação da confidência absoluta, porque muitas vezes devemos rejeitar o milagre”, disse o cardeal Amato.

Em janeiro, o cardeal Giovanni Battista Re, um dos colaboradores mais próximos do papa João Paulo II, afirmou acreditar que a canonização do Pontífice ocorra até 2014, alegando que o Pontífice teria feito mais de um milagre.

A cerimônia de beatificação do papa João Paulo II ocorreu no dia 1 de maio de 2011, na Praça São Pedro, no Vaticano, seis anos após sua morte, em 2 de abril de 2005.

Para iniciar o processo de beatificação, o papa Bento XVI contrariou o Código de Direito Canônico, que prevê uma espera de ao menos cinco anos da morte. Em 13 de maio de 2005, poucas semanas depois de ter sido eleito Papa, Joseph Ratzinger anunciou sua decisão de consentir com a abertura imediata da causa canônica de Karol Wojtyla.

A beatificação é o primeiro passo para a canonização, a qual institui o título de santo ao religioso. Para se tornar beato, foi preciso que João Paulo II tivesse um milagre reconhecido. Para a canonização, é necessário o reconhecimento de mais um milagre. (AnsaLatina)

Notícias Relacionadas