Dilma avisou ao PR que não quer ministro paulista

CLÁUDIO HUMBERTO

A presidenta Dilma Rousseff avisou ao líder Anthony Garotinho (RJ) e ao presidente do PR, Alfredo Nascimento (AM), que não aceitará a indicação de mais um paulista para assumir ministério. A presidenta acredita que a cota de São Paulo na Esplanada já é suficiente e que outros Estados precisam ser contemplados. São cotados ao cargo o vice-líder do governo Luciano Castro (RR) e o próprio Garotinho.

Fora da lista – A restrição de Dilma inviabiliza o senador Antonio Carlos (SP), suplente da ministra Marta Suplicy, e cobra criada de Valdemar Costa Neto.

Fazendo as pazes – O PR levantou a possibilidade, em reunião de lideranças, ontem, de “recompor” com o atual ministro Paulo Sérgio Passos (Transportes).

Loteamento – O partido avalia propor a Paulo Passos apoiá-lo à frente do ministério, em troca de indicar nomes para as diretoria do DNIT e da Valec. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas